Academia em Casa é Realmente Uma Opção Econômica

Academia Em Casa

Sempre é possível cuidar da saúde quando se tem vontade de viver com qualidade!

Academia Em Casa – Na hora de se fazer uma atividade física, especialmente se ela é paga, muita gente acaba levando em conta diversos aspectos que circundam a dimensão de saúde e o conceito de qualidade de vida, muitas vezes deixando de lado a possibilidade de se matricular numa academia para equilibrar as finanças.

O que nem todo mundo sabe, é que existe a possibilidade de se realizar atividades esportivas mesmo dentro de casa e sem pagar nenhuma mensalidade com isso, apenas adquirindo alguns equipamentos ou sem utilizar nenhum deles.

Por essa razão, esse post apresenta algumas dicas para quem deseja economizar e treinar em sua própria casa, realizando algum tipo de exercício que possa ajudá-lo a se sentir mais bem disposto, com mais qualidade de vida e cuidando da saúde!

Logicamente, cabe lembrar que para que os exercícios físicos tragam resultados satisfatórios, é necessário que o interessado tenha regularidade nessa prática e que também cuide de sua alimentação, evitando o consumo de gordura, açúcar e álcool, que são os grandes vilões que agridem nossa saúde!

Treinar em casa é mais barato mesmo?

Sim, realizar um treino em casa é mais vantajoso financeiramente, especialmente para quem não tem condições de arcar com os custos de uma mensalidade de academia e adicionais.

Se pensarmos, por exemplo, que a mensalidade numa academia popular custa em torno de R$ 90 reais ao mês, acrescentando aí mais 5 reais por dia para transporte (sendo 20 reais se você treinar 4 vezes na semana). Além do mais, diferentemente de estar em casa, indo para uma academia você acaba gastando mais com roupas e acessórios. Se considerarmos que gaste cerca de R$ 60 reais por mês para isso, teremos então mais esse valor.

Na soma final, tem-se um gasto médio mensal de pelo menos R$ 170,00 reais por mês.  Fora o fato de às vezes se alimentar na cantina da academia, de comprar algum shake ou outro tipo de produto para potencializar o seu treino.

Já em casa, você pode com toda comodidade colocar uma roupa simples, confortável, e quem sabe até mesmo treinar de pijama, dependendo do exercício que for realizar! Portanto, um treino em casa acaba sendo muito mais econômico financeiramente.

Uma opção que muita gente busca é ter um personal trainer, que vai em casa e realiza cobrança específica para orientar atividades mensalmente ou a cada treino. Geralmente esse tipo de acompanhamento costuma ser mais caro do que a mensalidade de uma academia, mas é uma tendência para um ou outro morador de condomínio fechado em São Paulo, uma vez que ajuda a consumir menos tempo.

Que tipo de exercícios posso fazer em casa sem gastar nada?

Não importante se você mora em um apartamento pequeno ou em uma casa, se você tem o desejo de cuidar da sua saúde, existem alguns exercícios que você pode realizar sem nenhum tipo de problema, bastando apenas ter boa vontade e determinação. Em alguns imóveis em São Paulo e em muitas cidades do país, muitos condomínios acabam já sendo projetados contendo academias, justamente para facilitar a vida de seus moradores.

Um dos exercícios a se fazer, nesse sentido, é o alongamento. Basta que você vista uma roupa confortável e vá para um cômodo em que possa sentar-se ao chão. Inicie abrindo bem as pernas e tentando esticar os pés com a ponta dos dedos. Alterne entre os braços e pernas. Faça isso diariamente e perceberá que, pouco a pouco, sua elasticidade aumentará.

Também com  a ajuda de um pequeno colchonete ou tapete você pode praticar abdominais. Eles ajudam a definir seu abdômen e garantem um bom resultado em sua silhueta. Existem vários tipos de abdominal, sendo o mais convencional o que você deixa no chão, de barriga para cima e deixa as pernas afastadas, acompanhando a largura dos ombros.

Depois, deixa as mãos sobre o peito ou segurando levemente sua cabeça. A partir daí, basta realizar movimentos levantando a cabeça em direção às pernas, esforçando-se para fazer uma boa contração da barriga e evitando forçar o pescoço.

Outros exercícios recomendados são a ioga, a meditação, agachamentos, polichinelo, flexão de braços, levantamento de pesos leves nas pernas e braços, bicicleta, corrida em esteira, caminhada e todo tipo de ação que você possa tomar para cuidar do equilíbrio do seu organismo com responsabilidade e vontade de viver melhor.

Que recursos posso usar para aprender a me exercitar?

Existem programas de televisão fechada que orientam as pessoas a realizar atividades físicas sem sair de casa; para quem não tem essa possibilidade, o uso de aplicativos de atividades em seu smartphone pode ser uma ótima opção.

Alguns deles funcionam em versões gratuitas, com possibilidade de gerar treinos em formatos premium, que daí são pagos mensalmente. Alguns dos melhores são o Home Workout, BTfit, Sweat, Runtastic, DownDog, 7 Minute Workout Challenge, Nike Training Club, Freeletics, Couch to 5K, 

Há ainda a possibilidade de se pegar dicas com profissionais da área de treinamento e de preparo físico, além de nutricionistas esportivos. Muitos deles postam desafios e várias outras informações em suas redes sociais, especialmente no Instagram e no Facebook.

Por isso, vale a pena seguir esses profissionais, pois eles sempre podem ensinar algum tipo de exercício interessante e fornecer informações relevantes para quem deseja treinar em casa para economizar.

Afinal, o que vale mais a pena: casa ou academia?

Na realidade, o melhor depende muito do que você está buscando. Afinal, o pior mesmo é ficar sem se exercitar. Enquanto em casa você economiza, numa academia pode aprender novos exercícios, conhecer pessoas, interagir com profissionais e ter um ambiente focado na prática esportiva – o que acaba sendo um grande ganho também!

O que você deve ter em mente é que, indiferentemente do local escolhido, o que vai dar mais resultado não será necessariamente o local onde você realizará sua atividade física, mas a maneira como ela será realizada e o modo como você irá cuidar do seu corpo durante esse processo, buscando também por uma alimentação saudável.

Tenha seu objetivo traçado e analise seu potencial. O mais importante para a tomada de decisão entre um local de treino e outro é que cada pessoa saiba conhecer sua realidade pessoal, suas limitações de disciplina, necessidade de superação e características que podem sabotar ou ser vantajosas para um treino.

Portanto, se você já teve uma experiência anterior em que iniciou uma rotina de exercícios, seja em casa ou na academia, analise o que deu certo e o quais foram suas maiores dificuldades. Isso vai te dar uma boa pista do que funciona para você! Aproveite e compartilhe este post em suas redes sociais!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *